Logo
Demo

Artigos na categoria: Paradigmas

Você acha que existe uma dose segura para o uso de esteroides? É bom você ler esse texto urgente!

Veja aqui que o deficit cognitivo relatado nos estudos mais recentes parece ser o menor dos problemas para os usuários de esteróides anabolizantes com finalidade puramente estética

Você acha que existe uma dose segura para o uso de esteroides? É bom você ler esse texto urgente!

Existe uma ideia completamente deturpada e equivocada que existe uma forma segura de se administrar hormônios esteroides em indivíduos saudáveis, geralmente com finalidade estética. Entretanto, não existe qualquer evidência que sustente tal prática. Muito pelo contrário.

Porque o achismo e o empirismo sobrevivem na sala de musculação?

Por maior que seja o acesso à evidências, por mais estudos que sejam realizados, por mais que se tente mudar paradigmas, a sala de musculação continua estagnada e fadada a trabalhar como se trabalhava a 60-70 anos atrás. Mas porque isso acontece?

Porque o achismo e o empirismo sobrevivem na sala de musculação?

Eu acredito que o primeiro e grande fator que leva a perpetuação de ações pouco eficientes e as vezes até equivocadas é a falta de estudo. E quando eu falo de falta de estudo, não é no sentido de não buscar informações. Muitas vezes é que a fonte que se está utilizando para buscar tais informações não é a mais adequada. Outras porque é uma fonte ruim mesmo. Do mesmo jeito que a internet facilitou o acesso a informações de qualidade, também facilitou a divulgação de informações porcaria. Hoje qualquer um com 50cm de braço ou com uma bunda linda, da dicas de treino.E como algumas dessas pessoas tem o dom da palavra, e conseguem falar e organizar ideias de uma forma muito boa, a impressão que se tem é de que aquilo é verdade.

Qual o tipo de tênis ideal para a sua corrida?

A quantidade de opções nas lojas é interminável. Mais macios, mais estáveis, pronadores, neutros, supinadores. Aprenda aqui qual escolher.

Qual o tipo de tênis ideal para a sua corrida?

Quando sou contratado para prestar assessoria a corredores, meu trabalho principal é a montagem de série de exercícios com pesos para melhorar a performance e reduzir a incidência de lesões. Mas acreditar que esse seria o único fator que pode reduzir o aparecimento de lesões em praticantes de corrida é um pensamento muito simplista. Eu tenho a responsabilidade de olhar para “o todo” e ajudar em aspectos que vão além da musculação. E uma das maiores dúvidas que meus alunos tem sobre a relação da corrida com as lesões é a escolha do tipo de tênis ideal. E é sobre esse assunto que eu gostaria de falar com você hoje.

Você alonga antes de fazer exercício ou correr? Hummmmm.

Fazer alongamentos antes da atividade física ou da corrida é divulgado como sendo fundamental. Mas você sabia que essa orientação é furada? Lá vão as evidências...

Você alonga antes de fazer exercício ou correr? Hummmmm.

Volta e meia você vai ver alguém chegando no rádio ou TV e dizendo a mesma frase: antes de fazer atividade física, realize exercícios de alongamentos. Eles vão prevenir a ocorrência de lesões. Por mais natural que isso possa soar, não tem quase nada de verdade nesse argumento, e eu nem sei explicar como esse tipo de orientação acabou ficando tão popular em praticamente qualquer ambiente de atividade física.

Corredor que não treina força está querendo ir mais devagar. Entenda porque!

Já faz bastante tempo que corredores incorporaram à sua rotina de preparação os exercícios resistidos. Se você ainda não fez isso, você treina no modelo do século passado.

Corredor que não treina força está querendo ir mais devagar. Entenda porque!

Durante vários anos o que um corredor precisava fazer para se preparar e conseguir vencer, era apenas correr. E muito. O volume de treinamento utilizado era relativamente alto e praticamente inconcebível nos dias atuais. Entretanto já faz algum tempo que a corrida começou a ser tratada como um esporte que precisa treinar o atleta de uma forma mais completa, utilizando-se de outras ferramentas para a melhora da performance. E o treinamento com pesos está aí para isso.

Aeróbico atrapalha hipertrofia? Sabe de nada inocente!

Aeróbico associado à musculação gera mais hipertrofia do que a musculação isolada.

Aeróbico atrapalha hipertrofia? Sabe de nada inocente!

Durante muito tempo um princípio básico do treinamento reinou como uma máxima indiscutível: a especificidade do treinamento. Neste princípio as adaptações específicas só eram conseguidas com treinamentos específicos, e apesar de haver alguma transferência entre exercício (ex.: um corredor poderia se beneficiar com algumas sessões de pilates), essa transferência era menor quanto mais treinado era o indivíduo.

Nos anos 80 o trabalho do Dr. Robert Hickson foi o primeiro a relatar que o treinamento aeróbico (6x por semana) em conjunto com o treinamento resistido (MMII, 5x por semana), ambos em alta intensidade, interferia no ganho de força nos membros inferiores em comparação com os ganhos exclusivos do treinamento resistido. Esse fenômeno é conhecido como treinamento concorrente.

Após esse estudo inicial, uma série de estudos subsequentes encontrou resultados semelhantes, apontando que realmente o treinamento concorrente era prejudicial à hipertrofia muscular e que o treinamento resistido sozinho era mais eficiente para tais ganhos. Entretanto não se levava em consideração o volume total de atividades realizadas nesses estudos, independente de quais eram, sendo que os resultados insatisfatórios na hipertrofia pareciam estar mais associados a um efeito de fadiga/overtraining pelo excesso de exercícios do que simples interferência do tipo de exercício.

O que esperar da minha primeira série na musculação?

As respostas ao treinamento no início de um programa independem do sexo e idade

O que esperar da minha primeira série na musculação?

Em geral, quando se entra pela primeira vez na academia ou quando se retorna após um longo período de inatividade as expectativas são grandes. Mas o que esperar da musculação nesse início? Provavelmente, significativos ganhos de força e massa muscular. Mas todos ganham do mesmo modo? De forma alguma. Existe uma enorme variabilidade das respostas individuais ao treinamento resistido (TR). Alguns ganham mais, outros menos, outros nada, e tem ainda os que perdem.

VÍDEO: Excesso de nutrientes: até que ponto vale a pena?

Evidências confirmam que carboidrato e proteína em excesso só aumentam a gordura corporal

VÍDEO: Excesso de nutrientes: até que ponto vale a pena?

Nesse vídeo fica claro que o consumo de carboidratos e proteínas acima dos níveis recomendados não trazem quaisquer benefícios ao praticante de musculação. E pior. Eles aceleram a sua capacidade de disperdiçar aminoácidos e aumentar as reservas de gordura nos adipócitos. O aumento total de peso corporal verificado ao final de um período de "overfeeding" nada mais é do que resultado do aumento da gordura corporal.

Treinamento com oclusão: apenas com garrote... será?

Aplicabilidade da oclusão vascular utilizando a isometria

Treinamento com oclusão: apenas com garrote... será?

Há algum tempo vem se popularizando a utilização de técnicas que propositalmente provocam a oclusão vascular como forma de promover aumentos de força e massa magra. Apesar de o treinamento com sobrecarga metabólica, como é conhecido, ser relativamente desconfortável durante sua aplicação devido principalmente à acidez muscular provocada, ele tem uma série de vantagens.